Derretimento do gelo ártico mudará drasticamente o atlas da National Geographic

10/06/2014 12:42:55

Quando a décima edição do atlas mundial da National Geographic for lançado nos próximos meses, ele será bem diferente de versões anteriores. O campo de branco infinito que normalmente cobre a parte norte do nosso planeja será radicalmente reduzido para refletir a diminuição da camada de gelo do Ártico.

 

O mapa mostrará uma perda de “gelo multi-anual”, definida como gelo que sobrevive por ao menos dois verões. Desde os anos 1970, esse tipo de gelo lentamente está desaparecendo a uma taxa de cerca de 12% por década, e a situação piorou muito após 2007. Pela primeira vez no desenvolvimento de um novo atlas, geógrafos fizeram mudanças na representação gráfica da camada de gelo do Ártico para representar com precisão a realidade derretida. Em um vídeo, o geógrafo Juan José Valdés diz que é a maior mudança visível no mapa desde o fim da União Soviética.

 

zpu39qdlfcpphzbby04r

 

Os mapas também vão mostrar dois tipos diferentes de gelo: o gelo multi-anual aparecerá em branco, enquanto a máxima extensão do gelo do mar – o que derrete e recongela sazonalmente – é retratado como uma linha.

 

Geógrafos discordam sobre qual é a melhor forma de representar a situação atual do mar: principalmente por variar muito, claro, mas também porque os dados usados para este atlas são de 2012, de um dos menores registros de gelo no planeta. Valdés defende a escolha, dizendo que eles usam os melhores dados disponíveis. Mas há um bom motivo para mostrar o gelo Ártico na sua menor forma: talvez a mudança seja tão grande que lembraremos de como era o mapa no passado e começaremos a fazer algo para mudar isso. [NatGeo]

 

Fonte: Gizmodo

Tags: #Transição Planetária #Nova Era #Sustentabilidade #Ecologia