Bebedouro adota água de reúso para lavar suas praças e jardins

17/09/2014 14:41:25

Uma parceria entre a Prefeitura de Bebedouro (a 381 km de São Paulo) e a unidade da indústria de laranja Citrosuco no município está promovendo a reutilização de água, já usada pela empresa, para serviços como irrigação de jardins.

A cidade sofre com a estiagem recorde deste ano –é a pior crise hídrica da história do município–, o que fez com que decretasse racionamento e passasse a multar moradores desperdiçando água.

 

A parceria com a empresa começou a ser colocada em prática nesta segunda (14). Caminhões da prefeitura buscam água de uma lagoa de tratamento na empresa para distribuir por serviços realizados na cidade.

 

Segundo o diretor do departamento municipal de Meio Ambiente, Aurélio Teodoro Fontes, a água da lagoa é a que sobra do sistema de refrigeração da indústria.

 

"Há bioindicadores, como peixes, que mostram que é uma fonte de boa qualidade", disse. A parceria foi firmada após um mês de negociações.

 

"Protocolamos o pedido e também fizemos uma licitação para adesivar um dos caminhões que participam do projeto", disse Fontes.

 

Caminhão-pipa da Prefeitura de Bebedouro faz irrigação, com água reaproveitada, de um canteiro da av. Allan Kardec

 

O adesivo estampa a frase "água de reúso" e traz a Citrosuco como apoiadora.

 

Para o diretor do departamento de água do município, Gilmar Feltrin, é uma maneira de manter serviços sem abusar da reserva da cidade.

 

Segundo Feltrin, a água está sendo usada para, além de irrigar jardins e praças, lavar chão de escolas e ruas que ficam sujas após a realização de trabalhos de reparo.

 

Em 22 de agosto, o município iniciou o segundo racionamento de água neste ano.

 

Desde então, o fornecimento de água é cortado para toda a cidade diariamente, das 13h às 16h.

 

Além disso, no último dia 8 a Câmara de Bebedouro dobrou o valor da multa para quem for flagrado desperdiçando água. O valor passou de R$ 50 para R$ 100.

 

A Folha procurou a Citrosuco para comentar o projeto, mas não teve resposta.

 

Fonte: Folha (Cotidiano)

Tags: #Transição Planetária #Ecologia #Água #Falta D'Água